Diários de leituras #1: One Piece, essa lindeza toda



Rio de Janeiro, 9 de Julho de 2015

Terça feira é aquele um dos dias da semana em que eu tenho aulas de manhã e à noite.

No mesmo lugar.

Sim.

Bem feliz, assim, mesmo.

Como eu moro “perto” *cof, cof* (nah, é verdade, eu moro perto, mesmo, do meu trabalho – mas como eu não poderia ter, na vida, essa sorte toda, é claro que tinha que ter alguma pegadinha nessa estória de a Tatiana morar assim, tão perto do trabalho, claro, claro – eu levo, em média, uma hora de lá pra cá.
Sério. São apenas 3 pontos de ônibus.
3 pontos de ônibus.
Isso para quem morava em Diadema e trabalhava na Vila Mariana/SP, é L I N D O.
Só que não.
No meio do caminho, tem uma obra mal feita.
Um terminal de ônibus que acaba com a alegria de viver dos moradores locais. E de todos os seres humanos que precisam passar por ali.
E eu descobri que no Rio de Janeiro, você não pode, simplesmente, confiar na numeração dos ônibus.
Para quê facilitar a vida do proletariado se eles podem dificultar?
Cada motorista faz o caminho que achar melhor, quando ele bem entender.
E se ele decidiu que não vai passar no seu ponto de ônibus, azar o seu.

De modo que, yaaaaay, continuo a ter muito tempo livre no trajeto de casa para o trabalho, e do trabalho pra casa.

Ou seja: tempo para ler :)

Ou seja: <3 comment-3--="" nbsp="">

(* Ok, menos quando você está lendo sobre a cachorrinha Baleia, do Vidas Secas, por exemplo, e chora rios em público, e... bem, nem sempre é tão legal assim ler no transporte público ou no ponto de ônibus... )

De modo que: resolvi fazer um diário de leitura nesse blog.
A ideia (que eu já sei que não será realizada ao pé da letra, e já aviso...), é registrar impressões de leitura on the go, ou seja, durante a leitura.

Para tanto, vou usar o gravador do celular, a câmera do celular pra fazer vídeos relâmpagos, o moleskine que carrego na bolsa praticamente em branco (já faz uns meses que não anoto nada ali. Hm. ). E, sempre que possível, organizar toda a zona em postagens por aqui.


Assim sendo, let the games begin. Vamo aê.


Hoje cedo, então, coloquei na ecobag o trigésimo primeiro volume de One Piece, aquela lindeza de mangá.



E só posso dizer que OP nunca me decepciona. Sempre saio feliz, satisfeita e saltitante da leitura de um voluminho novo.

Como disse, estou no volume 31, e a saga que estou acompanhando no momento, terá fim no volume 32 (brigada, gentes que acompanham meus vídeos de Quadrinhos & Mangás lá no canal ;)  ‘cêis são tudo lindo e vivem corrigindo com amor as groselhas que eu digo por lá <3 nbsp="">

Nesse volume a gente vai ficar sabendo o que aconteceu com o Norland, aquele cara que escreveu aquele diário de viagem a Skypiea, a idade no céu, que está com a turma do chapéu de Palha.
E. Que triste. Mas, bonito.

Li alguns capítulos antes da primeira aula começar. Outros no meu intervalo entre aulas, e terminei o volume entre a espera do ônibus e o trajeto.

Apesar de estar me coçando para saber como a saga termina (já tenho o volume 32 bem aqui, ó. Trouxe de SP até o volume 35, ou seja: não vai ser por falta de One Piece, esse mês.  ), não vou leva-lo para minha segunda jornada de trabalho, logo mais.
Vou levar o volume I da série Angélica – Marquesa dos Anjos, que eu comecei a ler na viagem de ônibus de SP para RJ no ú’timo domingo.



Estou lendo esses livros por livre e espontânea pressão de dona Camen, a mãe, que me torra a paciência desde que eu aprendi a ler, praticamente, para ler esses livros.

São, se não me engano, 15 volumes.

Mas ela só tinha até o volume 11, e achava que a estória acabava por aí.
Mas minha irmã, quando cedeu à leitura dessa série há uns dois anos, acho, descobriu que ainda tinha mais alguns volumes para completar a coleção da mãe.

(Segundo ela, essas continuações não são da mesma qualidade, podem ter sido escritas por um ghost writer, ‘sas coisas...)

Enfim, comecei a ler o primeiro livro, e... não é que é bom, mesmo?

É romanção, mesmo, pra quem gosta de romance histórico.

Conta a estória da protagonista, Angélica (dã), que até onde eu li, tem 15 anos e passou a adolescência num convento sendo educada. Parei a leitura no capítulo 10, no qual um irmão dela vai busca-la , porque conseguiram um casamento para ela.
Estamos falando do século XVII, na França. O pai tem o título de “barão”, mas mesmo assim, a vida para a família não era boa.
No início do livro, angélica é uma criança de 10 anos, que passa privações, por ataques de saqueadores e coisas do tipo.

Parei na página 139, quero ver se avanço um pouco nessa leitura até a noite.


23:00

Encerrando o dia de leituras com mais dois capítulos de Angélica. A coitada foi “vendida” pela família em casamento com um conde riquíssimo, porém – coxo.
Brás Cubas, é você? Lembrei da mocinha bonita, mas coxa, que ele conhece quando jovem. Mas não tem nada a ver, aqui a situação é aquela velha conhecida da sociedade paternalista: o pai precisava de dinheiros para manter o bom nome, o conde precisava de uma mulher bonita para se casar, é isso.
Mas, aparentemente o conde é legal. Só é coxo. E tem várias cicatrizes horrendas no rosto. E mexe com alquimia e tem fama de ser o demônio. Fora isso, tá tudo sussa, Angélica, relaxa.

Parei na página 180.

Amanhã, tem mais.


SALDÃO DO DIA:

1 mangá

40 páginas do Marquesa dos Anjos (três capítulos).

17 comentários:

  1. Adorei a ideia desse diário de leitura! ^^ eu costumo fazer sempre isso... mas só pra mim mesmo... no meu caderninho.. hahahha. Adoro o jeito bem humorado como vc escreve! espero que continue com esse projeto! bjoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, sim, também uso aquele diário, mais pra registar andamento das leituras, livros finalizados, sas coisas ;)
      (aqui vou tentar compartilhar as impressòes de leitura, mesmo ;)
      bjo!

      Excluir
  2. Compartilho do mesmo pensamento que você: One Piece nunca decepciona. =)
    Boa sorte com o novo projeto.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. legal, gabriel, que bom que gostou ;)

      Excluir
    2. É um excelente modo de interação. Também peguei o "Angélica" pra ler. Tem que sair um pouco da pura teoria de vez em quando, não é mesmo? Good reading!!!

      Excluir
  4. Também adorei a ideia. Também faço um diário num caderninho só para mim. Comecei esse diário após o ver o seu vídeo de organização no início do ano. Tati, só uma correção, vc disse no diário que parou a leitura do Marquesa dos Anjos no capítulo 10, e no saldo diz 03 capítulos. Acho que houve alguma confusão aí. Adorei o diário. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ué, Kelly. quis dizer que já tinha lido 10 capítulos antes de retomar a leitura no dia da postagem ;)
      (e naquele dia, li 3 capítulos ;)

      Excluir
  5. Adorei o post, Tati! :) Vou acompanhar diariamente, ainda bem que sigo o blog e recebo por e-mail quando tem post novo \o/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tatiana! Não sei se viu meus outros comentários, mas a série da Angélica tem 14 volumes. Se quiser, veja no meu skoob - http://www.skoob.com.br/estante/livros/todos/7556 Clique na tag Angélica. Realmente existem romances de banca de revista com o nome Angélica, mas não são os verdadeiros. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois dê uma olhada nesse link: são 26, na coleção que eu tenho ;)
      http://biscatesocialclub.com.br/wp-content/uploads/2013/02/Diversas-Renata-324.jpg

      Excluir
  7. Nossa, já li alguns dela tem sequência. rs

    ResponderExcluir
  8. Eu simplesmente amo a sua maneira de se expressar. Você é engraçada. Bjs e continue assim tem me inspirado.

    ResponderExcluir

<< >>