Enquanto isso, na sala de aula... (BlogWriMo #2)

Ensinando as diferentes formas de futuro do inglês:


- Ô teacher, qual é aquele futuro que a gente usa quando tem certeza?
- Mas... certeza absoluta? Não tem.
- Claro que tem! Eu tenho certeza de que vou pra casa depois da aula.
- Er... então, não tem como ter 100% de certeza... cê usa aquele que couber melhor no teu contexto
- E como eu vou dizer isso?
- Cê pode dizer " I´m certain that..."
- Quero usar futuro.

*professora pisca*

- Use present continuous, então.
- Mas eu não "estou indo embora agora..."
- Não tem problema. Essa estrutura é usada, também, pro futuro mais próximo da certeza.

*aluna faz cara de "cê tá me enrolando" *

- Pensa só: cê não tem certeza absoluta de que vai pra casa. Cê pode rolar a rampa e quebrar a perna, quando estiver saindo. Aí, cê vai pro hospital.
- Ou, eu posso encontrar meu príncipe encantado lá fora e resolver ir direto pro meu castelo.
- Exatamente.
- Entendi. 
- A gente só tem certeza de uma coisa nessa vida: *pausa dramática*: vamos todos morrer.
- E que futuro eu uso pra dizer isso em inglês?...

-_-

Eu podia ter continuado estudando química, não podia? Podia...

25 comentários:

  1. rs. podia. aí na hora de explicar isomeria, lá vem a confusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe.o único ano de Química que eu amei foi o último por ser orgânica :

      Excluir
    2. Acredite, se você visse Orgânica no ensino superior sairia correndo ;)

      Excluir
  2. Não... o mais comum é gente inventando elétron onde não tem e querendo que o carbono faça umas 30 ligações enquanto tem oxigênio e afins com chance de ligações sobrando... pra mim pelo menos =/
    ô dificuldade... uashuahsuah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, maravilha...
      as pessoas conseguem complicar coisas simples...

      Excluir
  3. Tatiana Eu sempre leio os seus textos com a sua voz rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. te entendo, thiago - comigo acontece o mesmo com os blogs que leio, rsrs ;)

      Excluir
    2. Isso é um hábito estranho que a gente cria nas internets, rs!

      Excluir
  4. rsrsrsrs.... como quimica e grego pra mim é a mesma coisa, não posso dar opinião.
    mas como eu queria ser tua aluna de ingles! posso até imaginar o clima da sua aula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs, uma pena meus alunos não pensarem da mesma forma, Cristiane ;)

      Excluir
    2. Te garanto que química é mais fácil que grego, amore hahahaha

      Excluir
  5. Não acredito nesse diálogo hahauhauahauhauha <3
    nem me fale de química... como vou viver sem nomear os hidrocarbonetos?
    está na hora de eu dizer tchau :'(((((((((((((chorando)

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkk...
    A-D-O-R-E-I e eu, como aluna de inglês, pergunto: que futuro eu uso pra dizer isso em inglês, teacher?
    hahahaha...
    Beijos Tati!

    ResponderExcluir
  7. Falo nada porque eu era a aluna pentelha que complicava as coisas simples tanto no inglês quanto em química gente! Hauhauhauhauhahauhauhauhau

    ResponderExcluir
  8. As pérolas são as melhores. Na hora pode até estressar, mas depois vira comédia. =)

    ResponderExcluir
  9. haha... Adoro seu jeito de escrever e de falar! Fico dando risada sozinha em frente ao computador e meu marido me olha com cara de "?". :-P

    ResponderExcluir
  10. Tatiana, parece que estou vendo os meus alunos e a minha "agonia" cada vez que eles aparecem com uma dessas "pérolas", como por exemplo: "Teacher, como se fala SOVACO em inglês?"
    resposta da professora: Heeiinnn?! (por dentro: eu nem sei se é sovaco ou suvaco em português e ele quer em inglês??!!), depois de algum tempo, você se lembra e grita no meio da aula: ARMPIT!!!!

    ResponderExcluir

<< >>