pensamentos randômicos #1

- Quanto devo?
- 3,59.
- Aqui tem 3,60.
- Obrigada.
- Er... o troco?
- Posso ficar te devendo 1 centavo?
- Não, não pode.
(cara de ódio mortal da balconista)
(barulho frenético de busca em meio às moedas da caixa registradora)
- (balconista bufando) Moça, eu não tenho um centavo.
- (encara a balconista por 5 segundos e pisca pausadamente) É mesmo?
- Toma, aqui tem 5 centavos (entrega a moedinha com toda a má vontade do mundo).
- Obrigada ;)

Moral da estória: Tatiana não perdoa nem 1 centavo. E você também não deveria perdoar. O estabelecimento que não possui o troco do preço que se propõe a pagar (no caso, moedinhas de 1 centavo...), simplesmente precisa re-etiquetar seus produtos.
E me recuso a usar cartão de débito pra valores tão pequenos.

Já causei filas esperando balconistas caçarem troco pra mim em estabelecimentos. Várias vezes. Desculpe, se você já ficou atrás de mim em alguma dessas filas. Ou não - aposto que você recebeu seu troco certinho.

***

Amanheceu chovendo, e eu só queria que fosse domingo pra não precisar sair de casa.

***

Tenho preguiça de conhecidos de amigos que quando são apresentados a mim, começam a falar inglês comigo. Fico me perguntando se, se eu fosse dentista, me mostrariam suas cáries.

***

Preciso. Voltar. A dirigir.

Preciso. Voltar. A me exercitar.

Preciso trocar as lentes dos meus óculos, também.

O problema é não ter vontade de fazer nenhuma dessas coisas.

***

35 comentários:

  1. Eu entendo sua falta de vontade de se exercitar! tem dia que vou pra academia sem saco nenhum e o pior que nessas é que sempre aparece aquele tipo de pessoa que adora aparecer de mais "marombinha".. *sono*. ai na bicicleta quem me salva são os livros =)

    ResponderExcluir
  2. Por experiência posso afirmar, se você fosse dentista mostrariam-lhe as caries sim.

    Assim que quando descobrem que fiz faculdade de letras português mudam seu linguagar, ou quando descobrem que eu sou programador acham que posso instalar sua impressora

    ResponderExcluir
  3. Tatiana,
    Uma vez eu fiz isso da moedinha. Achei muita cara de pau da moça do caixa porque enquanto EU devia 5 centavos era inadimissível, mas ela podia me dever a mesma quantia? Os outros clientes que estavam atrás de mim na fila fizeram cara feia como se a culpada do transtorno fosse eu. Sei que tô errada, mas em prol da minha paciência nunca mais reclamei.

    ResponderExcluir
  4. Bah! Detesto quando não me dão o troco certo. Aqui em Canoas é muito comum isso acontecer em ônibus. Eu ainda vou fazer um papel escrito "vale 10 centavos", por exemplo, e mandar o cobrador assinar, colocar o CPF, RG, matricula e depois levo pra reconhecer firma u.u

    ResponderExcluir
  5. hahaha, fico imaginando a tatiana esperando o troco de 1 centavo.

    ResponderExcluir
  6. Tati, também acho um absurdo preços com final ,99 sendo que não vão te dar o troco, mas se todos agíssemos como você isso acabaria, o problema é que por estar com pressa ou preferir não se irritar deixamos pra lá. Pensamos assim, é só 1 centavo e não vai mudar minha vida por isso, mas quantos milhares de 1 centavos são deixados pra lá por dia.
    Estou feliz de te ver escrevendo, adoro a forma como você escreve, independente do que o texto trata.

    ResponderExcluir
  7. Tatiana,
    Não sei quanto aos dentistas, mas de vc fosse advogada primeiro fariam todas as tradicionais piadinhas falando que advogado é bicho do cão e depois iriam lhe apresentar todos os seus problemas e os dos vizinhos para aconselhamento gratuito.

    ResponderExcluir
  8. Ah! eu também sou dessas o/ . 0,01....0,05... não vai fazer falta, o problema é que o estabelecimento faz isso de proposito, no fim do dia são vários centavos. Isso é errado. Eu tenho uma loja, e não coloco esses valores "quebradinhos" pra ficar pegando centavos dos clientes. Mas o povo ao invés de pedir o seu centavinho que é de direito, preferem bufar atras da gente na fila...se todos pedissem o troco, isso seria resolvido.
    Também queria que fosse domingoooo...SonOooOooo
    Também preciso voltar a fazer várias coisas, mas....
    ^_^

    ResponderExcluir
  9. O pior Tati é que eles mostrariam as cáries sim! Sou fisio... e, após a pessoa dizer o nome (não importa onde... até em festa), já começa a falar das dores e problemas posturais :/

    ResponderExcluir
  10. Eu já fiz tanto isso da moedinha, que na padaria perto de casa sempre ganho 4 centavos que nem você.
    rs

    ResponderExcluir
  11. Exercitar... Academia para mim não funciona, ver aquelas pessoas malhadas... Já me sinto inferior. Caminhada ou corrida? Acho que as pessoas correm mais que eu, me sinto muito inferior. Bem é isso, preciso de convívio com mais pessoas, e com mais exercícios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pensava q era soh eu... rs

      Excluir
  12. Adorei o post! Esse das moedinhas foi útil :3

    ResponderExcluir
  13. Muito bom, o segundo me descreveu hoje de manhã. ^^'

    ResponderExcluir
  14. Também sou professora de inglês. E te entendo totalmente!!!

    ResponderExcluir
  15. Morri de rir com o comentário sobre amigos x inglês

    ResponderExcluir
  16. Ok, vamos falar do troco. Eu não entendo porque esse raios de país não emite essas moedas e porque as empresas de transportes - protege, prosegur e brinks - não levam essas moedas. E sim, as pessoas deveriam re-etiquetar os seus produtos e instituições bancárias deveriam arredondar os valores dos pagamentos.

    E essa preguiça, o que dizer sobre ela? Ah, eu sou a campeã desse título. Mais preguiçosa do que eu é impossível. Eu deveria me exercitar mais. Aliás, eu deveria voltar pra dança mas, quem disse que eu quero andar até a escola de dança? Eu deveria arrumar meu ármario... esquece, trabalhoso demais. Eu desisti desse ármario faz tempo hahahaha!!! Um dia eu tomo jeito.

    http://spencer-pretty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Casa da Moeda parou a produção de moedas de 1 centavo.. Por isso que hoje em dia é raro encontrar delas.

      Excluir
  17. Sair de casa em dia de chuva nããããããoooooo!!

    http://poraodaliesel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Hahahaha... Adorei o post. Uma tia minha fez essa da moedinha no banco uma vez. Ela foi aplaudida pelas pessoas, que tbm exigiram suas moedinhas. :)
    E eu queria voltar a me exercitar, mas a preguiça não me permite. :3

    BeijO

    ResponderExcluir
  19. Adorei. Quando chove penso exatamente isso: por que não posso ficar em casa?

    Às vezes tudo que se quer fazer é exatamente contrário a essas obrigações cotidianas. Elas tem sua utilidade, mas, por vezes, não tem sentido e prefiro me ocupar com o que ocupa realmente o meu pensamento.

    ResponderExcluir
  20. Fiquei incrivelmente feliz quanto abri teu blog e percebi que você conseguiu cumprir com sua promessa de ontem! Espero que tu consiga continuar! Adorei o pensamento com o dentista! Beijo

    ResponderExcluir
  21. Oi Flor!!! Acabei de te mandar um e-mail enorrrrme. Mas agora o assunto é outro. Essa sua história me fez lembrar uma situação em que eu passei. Fui em uma loja e comprei 2 peças de roupas no valor de R$29,99 cada uma. Total R$ 59,98. Como eu estava endividada...rs queria fazer esse valor em 2X. A loja parcelava acima de 60 reais. A balconista achando que eu iria pagar em dinheiro, me falou: "Deu 60 reais". Passei o cartão para ela e falei: "Em 2 vezes". Foi então que ela disse: "Não dá para parcelar 59,98, só acima de 60,00", e respondi, "Pode cobrar 60,00 não tem problema". E ela me respondeu: "Não posso", então eu falei: " Se eu fosse pagar em dinheiro, vc não iria me dar o troco de 2 centavos, não é mesmo?"... Então ela me respondeu: "Eu iria lhe dar 5 centavos".
    E simplesmente atrás dela, já tinha uma pilha de toalhinhas de mão à R$1,00 que eles ofereciam em casos como esses em que eu estava passando, para completar o valor. Pode? O pior é que levei a toalhinha, pois estava precisando muito daquelas peças e atrasada para o trabalho, sem tempo para discutir.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  22. A questão é que a maioria não se importa com troco menor que 10 centavos e isto fomenta a pilantragem dos comerciantes que anunciam 4,99 e recebem 5.

    ResponderExcluir
  23. Pelo menos no aspecto da profissão tenho mais sorte. Sou contadora e quando conto pras pessoas ninguém fica me importunando... Exceto na época do imposto de renda! rsrsrsr
    Quanto à academia, tão complicado! Eu estava num ritmo ótimo ano passado e desde as festas de fim de ano/férias estou tentando voltar e não consigo. Depois que a gente entra no ritmo é fácil, mas até entrar... aiai, que difícil! :-/

    ResponderExcluir
  24. Nossa, adorei o post! Adorei o "Não, não pode!" Hahahahahahaha
    É isso mesmo! E quem tiver na fila, com pressa, que espere!

    ResponderExcluir
  25. "Moral da história: Tatiana não perdoa nem 1 centavo" kkkkkkkkkk Morri!

    To adorando seus posts... é como se estivesse lendo seu diário! hahahaha

    Espero que consiga continuar o projeto, ou vamos ficar aqui na saudade :P

    Sobre o troco, e quando eles falam - na maior cara de peroba - "posso te dar o troco em bala?"

    Qualquer dia desses vou tentar pagar uma compra com balas :P

    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Ai Tati! Pensando que em uma realidade alternativa eu poderia te odiar, rsrsrs
    Sou caixa de supermercado aqui em birigui e quero morrer quando algum cliente age como se eu fosse a própria encarnação do capitalismo roubando-o por minha própria vontade, sério? Favor reclamar com a gerência, poupem meu saco!
    Isso sem falar que, na maioria das vezes, eu tiro 0,03 de um que tem, mas perdôo 0,05, 0,10 até 0,90 de um que teria de cancelar algo porque o dinheiro não deu, pegar o pobre do caixa pra cristo, que é culpado pela fila, pelo aumento dos preços, até pelos problemas conjugais, não é uma atitude sensata, principalmente depois de um dia inteiro atendendo gente que desconhece os conceitos de educação e gentileza.
    Agora, acho que o povo se unir contra as associações comerciais e acabar com esses preços partidos é algo que realmente vale a pena, afinal também sou consumidora. Olha, não sei quem foi o bobo romântico que espalhou essa história de que pequenos gestos mudam algo, e podem até mudar, podem ser um bom começo, mas não adianta ficar começando coisas sem nunca termina-las, é no mínimo inútil. É preciso uma catarse. Que eu me lembre as grandes mudanças da humanidade provêm de grandes descobertas e grandes atos públicos iniciados ou liderados por grandes personalidades, just saying...
    Ah! e Tati adoro você e suas resenhas/textos e acho que você tem o direito de expor sua opinião, só queria deixar registrado aqui o outro lado. Afinal, todo debate, desde que com alguma civilidade, é válido, beijos.

    ResponderExcluir
  27. Oiiie Tati, amei os pensamentos!

    E eu sempre faço a mesma pergunta quando falo que trabalho em uma locadora e o pessoal começa a falar sobre filmes que eu nunca ouvi falar na minha vida e acham que eu sou obrigado a saber!

    Amei tudo! Um beijão e até a próxima!

    http://leituraadentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Sou bibliotecária e o povo só me pergunta de livros :(

    Não que eu não goste de falar sobre isso! haha

    ResponderExcluir
  29. li este texto com cara de crônica literária... ;)

    ResponderExcluir
  30. Mega me identifico com a vibe desse teu post/momento!! Empatia Tati, fica bem! :)

    ResponderExcluir

<< >>