previously on If you're feeling Sinister...

- trabalhei feito um cão;
- reclamei que não tinha recebido ainda meu vale transporte;
- meu bilhete único eterno morreu;
- fui ao posto da SPTrans, peguei fila quilométrica-interminável-purgatório bem no incrível terminal Jabaquara (a gente sabe que é pobre de verdade quando tem que passar pelo terminal Jabaquara de vez em quando...) pra pegar novo bilhete único;
- o vale transporte ainda não chegou - mas em compensação, chegou meu crachá! agora eu existo no meu local de trabalho;
- cancelei meu plano de saúde;
- encontrei caroço no seio - pânico nas ruas de Londres
- descancelei meu plano de saúde pra poder ir ao médico ( acarteirinha do plano de saúde da empresa não, não tinha chegado ainda...)
- pronto atendimento de merda, como sempre - clínico geral examina e diz o óbvio - tem que marcar consulta com a ginecologista. dã. oh, como não pensei nisso antes???
- marquei a consulta com a médica de sempre.
- no dia seguinte, chega o cartãozinho do plano de saúde novo.
- quero muito morrer de catapora.
- cancelo novamente meu plano de saúde.
- o caroço some. aparentemente, vou viver.
- trabalho muito. de verdade. faço tudo o que me pedem. tudo o que me dizem que vai ser uma boa , se eu fizer. estou me esforçando. sério. sérião.
- e pra quê? pra aluno-pré-adolescente-habitante-da-zona-oeste-que-ache-que-ser-mano-maloqueiro-é-que-é-legal-e-não-tem-o-mínimo-respeito-pela-minha-pessoa pushed me to my limits, rasgo o verbo com a mini-pessoa e... tcha-rããããm... estou na iminência de perder o emprego...
- fala se não é sensacional a vida da pessoa que acorda as 4 da manhã e work my ass off pra ter que passar por essas...
- em compensação, estou morrendo de tanto comer chocolate que ganhei das crianças de bem.
- Always look at the bright side of life... * assovia*

Um comentário:

<< >>