Ninguém vai ficar com Mary (por Hpcharles)


"The politically correct crowd is tolerant of all viewpoints, except those they disagree with."
Bobby Jindal

"I am greatly misunderstood by politically correct idiots."
Brigitte Bardot


Meus caros, está cada vez mais difícil dizer qualquer coisa que não seja na direção exclusiva da mais vulgar babação de ovo. A crítica negativa que frequentemente se mostra como a mais produtiva - vez que catapulta quem presta ao apuro - está sendo defenestrada sem dó nem piedade.

Tudo porque foi se criando, ao longo do tempo, uma geração de bebezões ultra sensíveis que, alimentados por mammys com leite Ninho servido em tijelinhas multicoloridas, não suportam serem contrariados em seus gostos e atitudes. É compreensível. Tais párvulos que provavelmente se comportavam como minúsculos déspotas do lar, césares em seus núcleos familiares, precisam agora, expandir seus impérios. Nesse diapasão, mal lhes cabe o pequeno teclado, ansiosos que são, pelo infinito internético.

Atabalhoados e irascíveis, acreditam soberanamente que a vagabunda cultura que ajudaram a implementar e que basicamente consiste em alardear que se sentem ofendidos por desigualdade e forma de discurso, geraria, em vilões sinceros mas desbocados, a expectativa ou obrigação de ligarem a mínima para o espinho que entrou em seus pezinhos delicados. Mas não gera. Não dá certo. Funciona apenas com os paumolescentes, os acabadiços e com os xodós da vovó. Na verdade, a outra parcela, aquela despudorada - na qual me incluo - , caga um quilo para esse tipo de mentalidade trivial, eivada de obsceno passadismo.

Como afirmei, apesar de não dar a mínima para esse tipo de manifestação no sentido intelectual da bagaça, ou seja, não me desvio do que pretendo dizer para agradar a ignorância e a sensibilidade de cristal alheia, já que ainda não resido na Coreia do Norte, é razoável consignar que o M.O. desses pascácios “seiláquenzinhos” enche os colhões de qualquer um que seja um pouco mais esclarecido.

Sim, porque para eles tudo é pessoal. A porra do autor que os caras curtem pode morar no Alasca no meio do gelo e levar seus livrinhos aos correios para serem despachados para a editora usando trenós puxados por um par de huskies, mas para eles é como se fosse o tio querido que conta piadas sem graça nos feriados. É íntimo, brother pacas! Feliz em seu iglu, ele não está nem aí para os capiaus, que como rábulas desengonçados, insistem em lhe defender com a própria vida e alma, mesmo que ele nunca tenha pedido por isso. Nem de longe. Mas sabe como é, né?

A regra é que só se pode ou se deve dizer que é bom, caso contrário o apropriado é calar silente. Se alegar que é gordo, feio, fedido, bolorento, meio barro, meio tijolo, como um tradicionalíssimo cagalhão matinal, não vale. Mesmo que seja e que você explique porque é com toda a paciência, assim como se explicaria àquela sobrinha de 5 anos de idade, que ainda tem sua capacidade cognitiva limitada e adora brincar com cubinhos lógicos.

Esse LIXO comportamental é o pai do debate asnático, do respeito não conquistado, de tudo aquilo que não foi dito quando poderia ou deveria ter sido. E é essa merda que parece receber cada vez mais adubo nas redes sociais. Gente com pouco o que fazer e que parece direcionar o tempo – que tem de sobra – para ser a diretriz moral do mundo, se prestando ao desserviço de determinar o quê ou como, eu ou você, podemos avaliar algo. Mesmo que o façamos em nosso canal/página/site, o caralho que for. Mesmo que tenhamos lido muito mais sobre o assunto do que a pessoa, que preguiçosa (invariavelmente o é), não tenha sequer se dado ao trabalho de dar um “Google”.

Pois é assim que caminha a porra da humanidade. Um batalhão de nenéns precocemente desmamados, chorões sem o picolé, que urgem por encaixotar as opiniões, as nivelando por baixo, ou chutando pra escanteio. Que bosta. Vai ver é a fralda que fica suja em cada contradita digitada.

Parvos, se arrepiam com qualquer “xingamentozinho”, mas não percebem que a opressão educada que apregoam é cem vezes mais ofensiva e irritante. Tem que ser o time deles e jogar no esquema que escolheram. "Mas eu usei com "TODO O RESPEITO" na frase e fui ofendido". Sim, porque para esses príncipes, ao que tudo indica, a cortesia espúria impermeabilizaria a ofensa. Ora, vão se foder. Mas vão...por favor.

Quantos desses viram ou riram a valer com as comédias sem limites dos irmãos Farrelly? Será que foram lá bombardeá-los por conta da graça com retardados, anões e cia? O que seria de filmes como “Quem vai ficar com Mary” e “Eu, Eu mesmo e Irene”, com essa trupe de pândegos involuntários que infesta o mundo virtual?

Podem gostar do que há de pior, de mais estúpido, do que é mais pobre esteticamente, das rimas vomitadas por ignaros, do humor previsível, dos livros que não deveriam ter sido escritos, da mesmice coloridinha, do estupro da arte por editoras, estúdios, progaganda e comércio, mas, ainda assim, temos que dosar nossas críticas pelo medidor deles. Melhor isso do que a verdade certificada, embasada, bem argumentada. O discurso é pífio, mas a tolerância deve restar lá, no pedestal de marfim. Não importa o preço. Tudo para o cagão ficar bem. Quer um cafuné, bebê?

Maldita condescendência covarde e improdutiva!

Afirmo sem pudor ou medo de errar que já passei do limite algumas vezes e já vi muitos outros passarem também. Mas me recordo justamente "desses outros", estivessem certos ou errados. Foi com eles que acordei, que me motivei, que percebi que deveria aprender mais. Com aqueles que não me deram desculpas esfarrapadas, que não passaram a mão na cabeça, que romperam com a hipocrisia, que caminharam em outra direção, ao arrepio da manada.

Destarte, se desejam morrer abraçados com a mediocridade de tal comportamento, se almejam como meta o óbvio, se optam por viver a vida inteira sem embates intelectuais, fingindo que está tudo bem e utilizando a palavra “respeito” como escudo de areia, ótimo. Mas, nesse processo, por obséquio, tentem não cagar regras para quem não quer morrer afogado, abraçado com a bigorna.

Não é por nada, não. É só porque é chato e cansativo pra caralho. E também porque é burrice. Sempre existirá alguém que não irá ligar a mínima para a sua sensibilidade perfunctória, alienada, imberbe. E não, não escrevi esse texto porque me preocupo com aqueles que vivem na segurança de seus condomínios politicamente corretos. Me preocupo é comigo mesmo. Sim, porque quando a bolha estoura e o padrão a ser adotado é o restritivo, inclusive legalmente, ninguém pode dizer é nada. Aí você vai chorar. Justamente porque estão tentando cercear aquilo que VOCÊ pode dizer ou não. Porque alguém, em algum lugar, está trabalhando para determinar o que é correto ou não a ser reproduzido. Porque estão tentando impor padrão a você, como você agora faz com os outros.

Como é fácil perceber, a minha preocupação é totalmente egoísta. Eu genuinamente quero que você se foda com a cultura da indulgência gratuita e leve junto a sua enfadonha glamourização do mimimi. Isso foi ofensivo o suficiente para você? Pois fique feliz...ainda há espaço para a ofensa.

Botando ordem na casa ;)

2014 já acabou.
Janeiro de 2015 já está em reta final.
Hora de tentar deixar tudo o mais organizado o possível aqui no blog, no canal do Youtube e nas redes sociais.

Para quem está chegando agora ao blog/vlog, olá, seja muito bem vindo/a! Este é o TLT! Para conhecer um pouco sobre a história do canal/blog, visite este link aqui! \o/

O canal no Youtube é primordialmente sobre livros; o que não quer dizer que de vez em quando eu não fale sobre músicas , filmes, seriados, etc...

Sobre seriados e filmes, existe um canal separado que anda meio abandonadinho.
Para conhecê-lo, clique aqui \o/

Sobre cuidados pessoais e belezuras, existe ainda o Mulherzices, um canal para falar de... mulherzices, oras. Este canal recebe atualizações mais esporádicas, mas ainda existe.
Para conhecer o Mulherzices, é só clicar aqui \o/.

O blog é um espaço compartilhado com o Hpcharles, e escrevemos por aqui, sempre que surge a inspiração ;)
Não é um blog comercial.
Não é um blog apenas literário.
É um blog oldschool, na medida do possível ;)
(sem as letras de música e gifs fofos dos anos 90 ;)

Os perfis nas redes sociais existem e estão firmes e fortes! É só clicar nos links para conhecer ;)

A página do Facebook recebe as postagens de vídeos novos sempre que saem do forno, memes sobres livros, e álbuns de fotografias com as capas de todos os livros, HQs e mangás lidos; tem também os Preceitos (trechos dos livros preferidos do pessoal que acompanha a fanpage em fotos – tenho vários que me foram enviados via email e que ainda não consegui colocar no Facebook – isso será resolvido em breve ;) E, caso ainda queira enviar o seu preceito, veja ovídeo em que apresentei o projeto clicando aqui, e envie o seu preceito também para o email que consta na guia “contato” deste blog ;)
Tenho mais algumas ideias que pretendo colocar em prática esse ano por ali, mas assim que estiver tudo pronto, vou avisar a todo mundo ;)

A forma mais rápida de entrar em contato comigo, é através do Twitter do TLT (que, caso você não conheça, é só clicar aqui!)
Costumo responder a todos sempre que estiver online ;)
Por lá, eu também divulgo os vídeos novos que entraram no canal ;)

Pelo Instagram, gosto de compartilhar fotos do dia a dia, não só das leituras em andamento, ou finalizadas. Caso queira conhecer o Instagram do TLT, é só clicaraqui! Por ali, também aviso quando sai vídeo novo ;)

O Google+ ainda é um mistério, mas o perfil do TLT também existe. Por lá, divulgo os vídeos novos e a postagens novas no blog.

O Tumblr continua sendo o meu xodozinho (ô rede social legal...).
Sempre que posso, fico um tempo vendo as fotos, memes e etc na timeline do tumblr, que eu uso para compartilhar coisas legais que encontro por ali, e os vídeos novos também ;)

Mas, voltando a falar sobre o TLT no youtube: nesse último ano tive muitos novos inscritos, e no período de férias, muita gente nova se inscreveu, também.
E acho que ficou faltando explicar como é que o canal funciona nesse “período de transição entre anos”, digamos assim.

Entre os meses de dezembro e janeiro está o período em que eu tento colocar ordem no canal.

O início do ano é o momento propício para os vídeos de encerramento dos trabalhos do ano anterior. Então, é o momento de fazer um “Melhores e Piores do ano”, o vídeo de conclusão do ano (desde 2011), e o vídeo com TODAS as leituras do anoanterior (desde 2009).

Algumas pessoas reclamaram do “tema repetitivo” nesses vídeos. Paciência, gente: é assim que o canal funciona. E a gente sempre pode pular os vídeos com temas que não nos interessam, certo? ;).

Além dos vídeos de retrospectiva mencionados no parágrafo acima, esse ano resolvi colocar ordem em todos os desafios literários dos quais estou participando. Para isso, fiz vídeos (alguns ainda estarão sendo produzidos no momento em que este post será publicado no blog; e seus links aparecerão por aqui, magicamente, num futuro próximo ;) de atualização desses desafios.
São eles:

#5: The Rory Gilmore Book Challenge (link em breve)

Além dos vídeos de atualização dos desafios em andamento, coloquei recentemente no canal um vídeo sobre como organizo minhas leituras em um caderno de anotações.O vídeo foi feito para atender a pedidos do pessoal que viu a foto do caderno que estou usando para organizar as leituras esse ano que postei no Instagram, mas eu já tinha uma vontade antiga de falar sobre como me organizo para as leituras e para os vídeos de fim de ano do canal.

Algumas pessoas não entenderam a proposta do vídeo, acharam que estava tentando impor a forma como me organizo a quem segue o canal ou tem seus canais/blogs; paciência. Para quem tem facilidade em usar planilhas de Excell, ou quem prefere usar alguma rede social voltada para leitores, como o Goodreads, tudo bem, oras! Eu não me entendo bem com Excell, e não tive tempo para cuidar de meus perfis no Goodreads e no Skoob – aliás, aproveito este post para avisar, mais uma vez (avisei através do Twitter, na semana passada), que meus perfis no Skoob e no Goodreads foram deletados \o/ ; o que não quer dizer que mais pra frente eu não tente usar essas redes novamente ;)


Não contente com tudo isso, tentei fazer um Hangout, no domingo retrasado, no canal, para responder a pelo menos algumas perguntas do pessoal! Apesar de não ter conseguido usar a ferramenta corretamente (fiz um hangout pelo Google+, quando deveria ter feito uma Live simples pelo youtube), foi divertido! Gostei muito da experiência! E pretendo repeti-la mais vezes! Vocês serão devidamente avisados nas redes sociais ;)

Mas, para que essas “Lives” deem certo, preciso evitar perguntas repetitivas.
Para que uma Live não se torne cansativa para vocês que, quem sabe, resolvam participar, ou mesmo assistir ao vídeo disponibilizado no canal depois, achei por bem colocar em ordem as informações sobre o canal, sobre o blog e tudo o mais aqui, nesta postagem que você está lendo agora.

Resolvi organizar todas as perguntas que já foram feitas na série de vídeos do canal que eu chamei de “Perguntas & Respostas”, bem como os "PMF"s (Perguntas Mais Frequentes do canal. Alguns vídeos antigos de P&R do canal foram deletados por motivos de: cara, como eu me repito... eu respondo à mesma pergunta aproximadamente 5 mil vezes, rs.

Para responder a:
    A) Como começou a sua paixão por leitura?, ao clicar no link, você será direcionado/a a um vídeo intitulado “Eu, Tatiana F.,Bibliomaníaca... “, em que conto tim-tim por tim-tim minha história de leitora;

    B) Como começou o blog/vlog?, ao clicar no link, você será direcionado a um post do blog, escrito quando o mesmo chegou aos 5 aninhos de existência.
     
    C) Como você consegue ler tanto?, existem dois vídeos:
          - PMF: Meus hábitos de Leitura , e
          - TAG: Como eu leio .


Portanto, daqui pra frente, não pretendo responder a perguntas repetidas para não perdermos tempo, nem eu nem vocês.

Comecemos organizando as Perguntas & Respostas!
Estes são os vídeos sobreviventes do canal, e que não serão deletados (aliás, pretendo continuar essa série em breve ;)

Aqui, você encontrará a lista de perguntas e o link para o respectivo vídeo em que elas foram respondidas:


1) Qual o programa você usa para editar os vídeos?*
2) Como você organizava as leituras na época da faculdade?
3) Teve algum livro que te inspirou a entrar no mundo da leitura?
4) Quais são as anotações que você faz com os papeizinhos coloridos que você coloca nos livros?
5) Quando você assiste a um filme que foi baseado em um livro que você já leu, repara muito nos detalhes ou não espera muito?
6) Você gosta de David Bowie?
7) Quais séries atuais você acompanha?
8) Já assistiu Once Upon a Time?
9) Já leu Ken Follet? *
10) Qual a sua saga favorita?
11) Como é a sua rotina?
12) Vai voltar a fazer vídeos no Mulherzices?
13) Qual a finalidade do VEDA?
14) Como é feita a escolha da capa de um livro?
15) Já leu Dragões de Éter?
16) Por que os livros são tão caros no Brasil?
17) Quais são os seus clássicos brasileiros preferidos?
18) Com qual idade você começou a ler em inglês?
19) Você já adquiriu novos boxes de seriados? (referente a um vídeo antigo do canal)
20) Já leu Walter Hugo Mãe?
21) Faz ideia de quantos livros você já leu?
22) Biscoito ou bolacha?
23) Um livro indicado por uma fonte confiável mas que você odiou
24) Quando começou sua paixão por livros?
25) Se você fosse escrever um livro, qual seria o estilo?
26) Como você consegue ler tanto?
27) O que você pensa sobre os contos do Osman Lins e da Marina Colassanti?
28) Como conciliava as leituras com a pós graduação?
29) Já leu Perdão, Leonard Peackok?
30) Quais os cuidados que você tem com os livros?
31) Qual livro de fantasia você mais gostou de ter lido?
32) As crônicas do matador do rei estão na sua lista de leitura?
33) Acredita que ler nos torna necessariamente mais inteligente?
34) Posso te mandar um livro do Olavo de Carvalho?
35) Vai ler A Hospedeira?
36) O que acha da Elizabeth Gilbert?
37) Qual o objetivo do seu canal?
38) Acha que influencia a vida dos seus inscritos?
39) Como faz pra ler quadrinhos no iPad?
40) Pretende ter filhos?
41) Vai à bienal de SP?
42) Como é a profissão de professora de idiomas?
43) Como anda o mercado de mangás e HQs no Brasil?
45) Onde você mora?
46) Onde você trabalha?
47) De onde você grava os seus vídeos?
48) O que te fez fazer o canal?
49) O que você acha de Leitura dinâmica?
50) Quais biografias você já leu?
51) O que você acha dos filmes dublados dominarem os cinemas?
52) Qual sua opinião sobre o Carlos Ruiz Zafon?
53) Você gosto de Pretty Little Liars?
54) Poderia fazer um vídeo sobre o On Writing to Stephen King?

* Na época em que gravei esse video, usava apenas o Movie Maker (que é um programa que já vem com o Windows); hoje em dia, estou aprendendo a usar o Final Cut ;)



1.        Se você pudesse entrar em um livro, qualquer livro do mundo, qual livro você escolheria e por que?
2.        Já leu o Conde de Monte Cristo?
3.        Qual sua opinião sobre facilitar a linguagem de obras clássicas da literatura nacional?
4.        Gostaria de saber sua opinião sobre essa coisa de as pessoas se viciarem em comprar livros a ponto de terem tantos e não conseguirem ler todos?
5.        Você já pensou em trabalhar como tradutora ou algo voltado para o mundo editorial?
6.         Costuma abandonar os livros de que não está gostando, ou faz o máximo de esforço para terminá-los?
7.        Sua baby look do TLT vai ficar disponível para fãs?
8.       Já deixou de fazer algo importante para continuar lendo um livro?
9.        Você gosta de The Killers?
10.          Você já leu Battle royale? e Fronteiras do universo?
11.          Qual livro de contos do Edgar allan Poe reúnem os melhores contos?
12.          Você lê mais de um livro ao mesmo tempo?
13.          O que você acha das pessoas que se acham melhores do que as demais só porque gostam de ler?
14.          Você se interessa pela escrita da Fernanda Young?
15.          você se imagina uma não-leitora?
16.          Quanto a literatura contribuiu para a formação do seu caráter quando adolescente e o quanto contribui agora?
17.          Se você fosse fazer um top 3 de livros quais seriam e quais seriam as respectivas posições?
18.          Você tem preferencia por gênero de livros?
19.          O que você acha dessa geração aficcionada por livros, filmes e seriados de péssima qualidade?
20.          Você pretende ler Laranja Mecânica?
21.          Você já fez algum video falando sobre Alfred Hitchcock?
22.          Você esperava que seu canal crescesse tanto quanto hoje?
23.          O que você acha das pessoas que se dizem seus fãs?
24.          Você já leu alguma biografia de santos católicos?
25.          Já leu a trilogia Mundo de tinta?
26.          Você tem a intenção de ler a séria a Maldição do tigre?
27.          Você tem a intenção de ler A Seleção?
28.          Curte Velvet Underground? Qual sua música preferida?
29.          Você já conferiu os originais e a tradução do Harry Potter?
30.          Se tu tivesse que escolher um escritor só para ler a vida inteira, quem seria?
31.          Westeros, Terra Média ou Nárnia?
32.          Quais canais literários do youtube você acompanha?
33.          Qual o autor ou série / best seller, você não consegue gostar?
34.          Qual a sua editora preferida?
35.          O vlog modificou sua forma de ler?
36.          Sente falta das parcerias com as editoras?
37.          Você gosta do REM?
38.          Você acha que a grande quantidade de aparelhos para leitura (como smartphones e enredares) atrapalham a forma das pessoas lerem?
39.          Quando você lê um livro, notamos que você procura saber mais sobre a obra e sobre o autor. Você já ficou viciada em uma estória, entrou no mundo do livro e não conseguia mais sair?


40.          Como vocês (Juliana, Parícia, Tatiana) se conheceram?
41.          Quais são os melhores autores da literatura clássica na sua opinião?
42.          Vai consituar lendo os livros do Rick Riordan?
43.          Qual livro mais marcou a vida?
44.          Vale a pena ler qualquer coisa?
45.          Quais os seus autores favoritos?
46.          Já viu a série Penny Dreadful?
47.          A literatura estrangeira é mais rica do que a brasileira? Por que a literatura brasileira não produz tantos best sellers como a estrangeira?
48.          Como professoras, qual a faixa etária vocês consideram o maior desafio?
49.          Pensa em escrever um livro algum dia?

  
1.        E o projeto do Livro Viajante?
2.        Qual o livro mais nojento, horrível e detestável que vocês já tiveram o desprazer de ler?
3.        Um livro que você amou da primeira vez que leu e quando releu viu que não era tudo isso?
4.        Qual foi o livro que você estava ansiosa para ler mas que decepcionou?
5.        Um autor que depois ter lido um primeiro livro, se interessou e foi atrás de outros livros dele?
6.        Quais livros vocês leram, gostaram, mas tem vergonha de assumir?
7.        Já teve um livro ou autor que fez com que vocês mudassem a perspectiva da vida com relação a religião, política, etc?
8.        Qual foi a última recomendação de uma pra outra que você leu ou pretende ler?
9.        Vocês tem vontade de fazer hangouts para falar com a galera, para falar sobre livros e etc?
10.          Vocês já mostraram algum livro em seus vídeos dos quais mais tarde se arrependeram da opinião?
11.          Qual o livro mais amado em comum entre vocês?
12.          Vocês se consideram webcelebridades?
13.          Você já chorou lendo mangá?

Além dos vídeos Perguntas & Respostas, procuro fazer os PMFs do canal como vídeos temáticos. Eu reuni as diversas perguntas que o pessoal que acompanha o canal mais me faziam sobre esses temas e respondi a todas elas nesses vídeos a seguir:

-       PMF: Dicas para quem quer estudar (ou que jáestuda) Inglês (24/03/2013) – neste vídeo, tirei algumas dúvidas sobre ensino/aprendizado de inglês como segunda língua;

-       PMF: Meus hábitos de leitura (15/09/2013) – neste vídeo tentei mostrar que eu não sou um ET por gostar de ler e ter um canal no youtube sobre livros; respondi a perguntas como quantas páginas eu leio em um dia, como eu faço anotações nos livros, etc. Existe uma TAG chamada “Como eu leio”, que acabou servindo de complemento a este vídeo (e, sim, eu notei que já havia citado esses dois vídeos ali em cima, nesse mesmo post... é o demônio da repetição ;)

-       PMF: Minha experiência com o youtube + Dicaspara canais literários (20/10/2013) – neste vídeo contei sobre como eu vim parar na internet, mais precisamente, em um canal no youtube;

-       PMF: Leituras em inglês (17/11/2013) – este vídeo é um complemento ao primeiro PMF da lista; nele falei apenas sobre desenvolvimento da habilidade de leitura em língua inglesa.

Ainda sobre perguntas frequentes, duas entrevistas que fiz no ano passado podem te ajudar a conhecer mais o canal e esta que vos escreve:
- no blog Chez Noelle;
- no site Literatortura

Além deste post, gostaria de lembrar a você que perguntas como “você já fez vídeo sobre tal livro? HQ? Mangá?”, podem ser facilmente respondidas com uma simples busca ao clicar na “lupa”(ao lado do link “sobre” – dê uma olhada na imagem a seguir) na página principal do canal. Ali você pode digitar o nome do autor ou do livro que procura; caso não encontre vídeo sobre o que estava procurando, você pode deixar a sugestão pra mim de mil formas: mandando um email (endereço na guia "Contato"do blog), um tuíte, uma mensagem no Facebook ou em qualquer foto no Instagram, etc,etc.




Como eu já disse inúmeras vezes em diversos vídeos, sei que sou péssima para responder a todas as mensagens; recebo mais de 300 mensagens diariamente. Leio todas elas, e, sempre que posso, respondo em vídeos mesmo, ou em postagens... enfim, eu sei que está longe de ser o ideal, mas é o que consigo fazer.
Acredito que manter a constância na postagem dos vídeos no canal como eu tenho conseguido fazer (vídeos novos às quartas, sextas [esses, podem falhar, às vezes] e domingos), já é uma forma de dar feedback a vocês (mesmo porque, acabo sempre respondendo a algumas perguntas durante esses vídeos, não só nos de Perguntas & respostas, ou PMF ;)

Ali em cima, na guia "Livros Lidos", estou colocando todas as leituras feitas desde 2009 - por enquanto, só constam as leituras de 2009; pretendo ir colocando as leituras anuais aos poucos, com os links para os respectivos vídeos ou resenhas no blog. Será um link em constante atualização.

Para quem gosta de ver as capas dos livros lidos, desde 2013 venho colocando todos os livros lidos em álbuns no Facebook (você não precisa ter um perfil no Facebook para acessar esses albuns - a página é aberta a todos):

- Livros lidos em 2013;
- HQs e Manás lidos em 2013;
- Livros lidos em 2014;
- Hqs e Manhás lidos em 2014. *

*OBS: os álbuns de 2015 já estão sendo providenciados ;)


Espero que este post tenha ajudado a você, que está conhecendo o TLT agora, e que já é seguidor há um tempo, a encontrar com um pouco mais de facilidade algum conteúdo mais específico no canal.
>>